Câmara Municipal do Porto

Created with Sketch.

Compras de Natal no comércio de rua são feitas com muita luz, segurança e vales de desconto

A Câmara do Porto vai entregar 150 mil vales de desconto aos comerciantes da cidade, como forma de os compensar e incentivar as compras de Natal no comércio de rua, local e tradicional. Assim, por cada 20 euros em compras, os clientes vão receber 2 euros de desconto direto. O programa de incentivo à atividade comercial é votado na próxima segunda-feira, dia 7, mas neste final de tarde Rui Moreira fez o anúncio, durante uma visita à Baixa da cidade para ver as iluminações de Natal, com o presidente da Associação de Comerciantes do Porto, Joel Azevedo. São milhares de luzes em 82 ruas, praças, jardins e avenidas da cidade que contribuem para conferir a magia tão característica desta época.

Foi durante um passeio de final de tarde pelas ruas iluminadas de Santa Catarina, 31 de Janeiro e Fernandes Tomás, que o presidente da Câmara do Porto abriu o leque sobre as medidas de apoio suplementar ao comércio tradicional de rua, que já tinha entreaberto na segunda-feira.

O "Programa de Incentivo à Atividade Comercial”, ativo durante a época natalícia e de final de ano, dirige-se, exclusivamente, à atividade comercial de porta aberta para a rua e com dimensão de loja até aos 250 metros quadrados.

Num investimento extraordinário de 300 mil euros, o Município assume "o desconto imediato de 2 euros em todas as compras de valor igual a 20 euros e assim sucessivamente - em múltiplos de 20 euros”, para compras nos estabelecimentos aderentes ao programa (nas normas e condições de acesso, que serão brevemente divulgadas, são esclarecidos todos os passos para a adesão).

Para que o gatilho de incentivo às compras na Baixa da cidade seja acionado em todo o seu esplendor, foi preciso também apostar nas iluminações de Natal.

"Este ano contratualizamos as iluminações de Natal com a Associação de Comerciantes do Porto. Era algo que já não era feito há muitos anos, e que voltamos a fazer, porque ninguém melhor do que a Associação de Comerciantes para compreender quais são as necessidades, quais são os locais, qual é o tipo de iluminação que deve ser adequada e podemos verificar que ela está muito bonita, aliás, tenho recebido inúmeras mensagens de pessoas muito satisfeitas”, assinalou o presidente da Câmara do Porto, que no passeio para ver as iluminações de Natal se fez acompanhar pela vereadora Catarina Araújo, presidente do conselho de administração da empresa municipal Ágora – Cultura e Desporto do Porto e pelo vereador da Economia, Turismo e Comércio, Ricardo Valente.



Também o presidente da Associação dos Comerciantes do Porto, Joel Avezedo, acompanhado pelos seus vice-presidentes, Anabela Barbatto e Rubens Carvalho, sublinhou a importância de não deixar esmorecer o espírito natalício. "Não podíamos deixar de ter este ano a iluminação de Natal nas nossas ruas com atividade comercial. Porque este espírito é importante para todos os que nos visitam e percorrem as nossas ruas”, afirmou o dirigente, agradado ainda pelo retomar de uma parceria que tinha sido extinguida há muitos anos.

Em 2020, o Município entendeu passar a responsabilidade do projeto das iluminações de Natal na cidade à Associação de Comerciantes do Porto, através da concessão de um apoio financeiro a esta entidade, aprovado em julho.

De fora do que estava inicialmente previsto apenas ficou a Árvore de Natal, cuja verba, na ordem dos 35 mil euros, será canalizada para a distribuição direta de mais 12.500 vales de desconto, assim decidiu a Associação de Comerciantes, articulada com a Ágora.

"O que combinamos com a Associação dos Comerciantes foi que o dinheiro que iria ser aplicado na Árvore, juntamente com outros recursos que foram disponibilizados pela Câmara Municipal, servirão para uma campanha de incentivo e apoio ao comércio de rua, através de vouchers que irão ser entregues aos comerciantes, e que permitirão aos comerciantes fazer descontos, sem que esse desconto lhes pese na bolsa”, referiu Rui Moreira.

A esta grande campanha de Natal, soma-se a isenção de estacionamento, por 120 minutos, em quatro parques municipais: Trindade, Silo Auto, Duque de Loulé e Alfândega, a conceder mediante a apresentação de tickets que serão distribuídos pela Associação dos Comerciantes do Porto, em articulação com a autarquia, aos comerciantes da Baixa. O período para a utilização dos tickets medeia entre 8 de dezembro e 8 de janeiro, com o limite de 10.000 unidades.

O apoio a conceder pelo Município do Porto vai materializar-se, ainda, no desenvolvimento e divulgação de uma campanha de comunicação, que além de incentivar o consumo no comércio de rua, local e tradicional, feito em segurança, pretende alertar a população para importância do seu contributo na sobrevivência deste tipo de negócio.

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi